FisioTrimTrim Fisioterapia Pediátrica

Espaço Saber

O Espaço Saber destina-se a abordar temas relacionados com a saúde dos mais pequenos. Procuramos responder a questões frequentes e mantê-lo informado sobre temáticas actuais. Gostaria de sugerir algum tema? Envie-nos um email com a sua sugestão.


Nutrição Infantil

FisioTrimTrim Fisioterapia Pediátrica Aproximamo-nos de uma das épocas mais doces do ano, a Páscoa. Esta é uma época festiva que reúne família e amigos e, por tradição, é a época das amêndoas e dos ovos de chocolate. Nestes dias, as crianças aguardam ansiosamente pelo seu ovo de chocolate… desde o mais pequeno ao maior, de chocolate de leite ou chocolate amargo, com ou sem brinde, recheado, são diversas as opções que deixam os pais atarantados com tantos pedidos.

No entanto, é importante para os pais estarem informados sobre o momento adequado para introduzirem os alimentos doces na alimentação dos seus filhos. A Organização Mundial de Saúde (OMS) não recomenda qualquer tipo de doce para crianças, mas como esta orientação se revela normalmente impossível de cumprir, a indicação da OMS é que as crianças consumam, até o primeiro ano de vida, o equivalente a uma colher de sopa de chocolate. Recomendam ainda que, dos dois aos cinco anos, as crianças não ultrapassem o consumo de 30 gramas de chocolate por dia. Quanto mais tarde a criança experimentar o chocolate, melhor será.

A maioria dos chocolates tem grande quantidade de açúcar, leite e gordura. Tudo isso pode causar gases, desconforto abdominal e diarreia. A cafeína, que também está na composição da maioria dos achocolatados e barras de chocolate, reduz o apetite e interfere no sono quando consumida em excesso. A atitude mais consciente será não deixar os chocolates acessíveis às crianças, devendo estes ser ingeridos após as refeições principais, após o consentimento dos pais. Os chocolates também têm o seu lado bom: são ricos em antioxidantes - que ajudam a reduzir o risco de determinadas doenças - vitaminas e vários minerais como cálcio, magnésio, cobre, zinco, potássio e manganês.

FisioTrimTrim Fisioterapia PediátricaAssim, no momento de escolher o ovo de chocolate para o seu filhote, aconselhamos que tenha em atenção o teor de cacau. Chocolates com elevado teor de cacau, por exemplo 70%, têm menos açúcar e gordura, sendo por isso uma escolha mais acertada, que trará mais benefícios nutricionais. No caso de a criança não gostar de chocolate amargo, compare alguns rótulos nutricionais e escolha o ovo com menos açúcar e gordura. No entanto, lembre-se: o mais importante é um consumo adequado, sem exageros.